VAGAS ABERTAS: PROGRAMA APRENDIZ DO FUTURO

Você está aqui: Pagina Inicial > VAGAS ABERTAS: PROGRAMA APRENDIZ DO FUTURO

O Aprendiz do Futuro é uma iniciativa do Governo do Estado de Goiás que tem como visão oferecer o maior programa de sócio-aprendizagem do Brasil e do mundo com foco em tecnologia, alta performance e impacto social na vida dos jovens em situação de vulnerabilidade.

Jovem produzindo serviços (expresso, apoio a atendimentos, apoio administrativo e informática em Secretarias, Fóruns, Tribunais etc.);

Atendimento às pessoas com deficiência;

Medida preventiva de segurança pública.

  • Cronograma:

1. PRIMEIRA ETAPA: As inscrições serão realizadas no período de 01/08 até 15/08/2021;

2. SEGUNDA ETAPA: Classificação Interna acontecerá no período de 16/08 até 25/08/2021;

3. TERCEIRA ETAPA: Divulgação do Resultado dia 30/08;

4. QUARTA ETAPA: Prazo para o candidato recorrer no período de 31/08 a 01/09/2021;

5. QUINTA ETAPA: Divulgação dos recursos e resultado final 03/09/2021;

6. SEXTA ETAPA: Convocação dos Selecionados no período de 06 até 10/09/2021.

  • Pré-requisitos para participação:

1. Esteja cursando o ensino fundamental ou médio (ou já ter concluído o ensino médio);

2. Idade: de 14 (quatorze) até 15 (quinze) anos e 11 meses, inscrito. A idade máxima não se aplica a aprendizes com deficiência;

3. Em vulnerabilidade econômico-social;

4. Estudante da rede pública ou bolsista 100% de rede particular;

5. Com renda familiar de até 2 (dois) salários mínimos ou ½ Salário – per capita;

6. Membro de etnia tradicional sendo indígena, quilombola, cigano ou afrodescendente;

7. Pertencente a família que possua em sua composição mulher vítima de violência doméstica;

8. Sujeito a medidas socioeducativos ou de proteção;

9. Que esteja inscrito no site https://candidato.edujob.com.br/aprendiz-do-futuro/cadastro

Cotas:

– 5 a 10%: Pessoa com deficiência – PCD (sem limite de idade);

  • Objetivos do Programa:

1. Promover a Inclusão Social;

2. Aumentar a renda familiar;

3. Proporcionar melhoria na qualidade de vida;

4. Garantir a permanência do jovem na escola;

5. Preparar para o exercício da cidadania;

6. Ensinar novas formas de pensar e atuar na sociedade;

7. Contribuir para a formação e qualificação técnico profissional;

8. Colaborar com a construção da personalidade moral e cultural;

9. Trazer novos conhecimentos, desenvolvendo habilidades e competências;

10. Agregar valores como: responsabilidade, cidadania e integridade;

11. Diminuir a probabilidade de envolvimento com criminalidade e drogas.