Corrida do Trabalhador é adiada por conta das manifestações dos caminhoneiros

Em virtude das medidas adotadas pela Prefeitura de Silvânia, diante da falta de combustíveis ocasionada pelas manifestações, lideradas por caminhoneiros em diversas regiões do país, eventos como a 5ª Corrida do Trabalhador também foram adiados.

A corrida, já tradicional na cidade deveria ocorrer no próximo dia 31, e em função dos últimos acontecimentos fica impossibilitada em virtude de questões técnicas, como a montagem das estruturas para o evento e a falta de produtos, já que fornecedores não estão conseguindo concluir a entrega dos pedidos.

Segundo a Secretaria de Esportes e Lazer (Semel), o evento será remarcado. Até lá as inscrições seguem abertas, os atletas que já se inscreveram nas provas, o cadastro continuará sendo válido para a nova data da competição.

Decreto 306/2018

Na segunda (28) o prefeito Zé Faleiro anunciou a paralização de alguns serviços oferecidos pela Administração Municipal. Foi publicado o Decreto 306/2018, que declara situação de emergência no município.

Segundo o documento atividades consideradas não essenciais serão interrompidas e priorizados os serviços que não podem ser suspensos, como atendimentos em saúde e a coleta de lixo.

“É preciso agir com cautela e muita responsabilidade. Diante da situação, nós precisamos suspender as atividades de alguns setores e priorizar outros, está sendo assim em diversos municípios e Silvânia não é diferente, nossas dificuldades são as mesmas”, reforçou o prefeito.

A medida tem duração de trinta dias e as atividades serão retomadas paulatinamente a partir do reabastecimento dos postos.

ASCOM Prefeitura

Compartilhar

Desenvolvido por