UFG levanta dados para criação de APA da bacia do córrego Caidor

No fim da tarde desta quinta (19), o prefeito Zé Faleiro e o Secretário de Infraestrutura, Aparecido Bueno, acompanharam parte do levantamento de dados, para criação da Área de Proteção Ambiental (APA) do manancial Caidor, que abastece Silvânia. Uma das equipes trabalhou próxima à Captação da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) na coleta dos dados.

O professor Manuel Ferreira e alunos do Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (Lapig) da Universidade Federal de Goiás (UFG) estão realizando estudos em toda bacia do córrego, buscando informações sobre as formas de utilização do rio e da conservação das nascentes, além da coleta de amostra de solo e de água para análises. Segundo o docente, todos os dados serão encaminhados à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para que os trabalhos de preservação sejam feitos a partir de informações levantadas pelos estudos.

Ainda durante a visita, o prefeito esteve no local onde está sendo feita a transposição do córrego Olhos D’água, para auxiliar na captação e abastecimento dos reservatórios da Saneago. A ação é uma medida emergencial tomada pela agência, devido à baixa vazão de água do córrego Caidor, que já não conseguia atender a demanda da cidade, por conta do período de estiagem.

“O problema que estamos enfrentando em Silvânia é comum a muitos municípios, a crise hídrica é responsabilidade de todos nós que utilizamos dos recursos naturais. Estamos empenhados na busca por alternativas, que possam auxiliar a Saneago na garantia do fornecimento de água e que minimizem os impactos ambientais”, declarou o prefeito Zé Faleiro.

A Secretaria de Meio Ambiente, juntamente com outros órgãos ligados à proteção do meio ambiente e de educação, trabalha para a análise e elaboração de possíveis medidas, a serem tomadas pela companhia de abastecimento, que visam a resolução do problema a médio e longo prazo.

ASCOM Prefeitura

Compartilhar

Desenvolvido por